“O meu pai quando trabalha uma semana das oito à meia-noite, no dia seguinte acorda às seis da manhã para ir trabalhar, ficando muito cansado” por Rita Rijo

20160604_153108

Senhor Primeiro-Ministro:

Sou filha de um estivador e tenho 10 anos.

Quando o meu pai está uma semana de noite (que é quando só vem à meia-noite todos os dias – e mesmo na semana que não está ele vem alguns dias à meia-noite), eu fico muito triste e na escola não me consigo concentrar quando penso nisso, apesar de ser boa aluna.

Gostaria que o meu pai estivesse mais tempo em casa comigo.

Neste momento eu sei que não estão a pagar o ordenado ao meu pai e quando preciso de material para a escola eu não peço porque sei que não têm dinheiro e a minha mãe não trabalha.

Tenho um irmão de três anos que já teve de sair do infantário porque não tínhamos dinheiro para o pagar. O meu pai quando trabalha uma semana das oito à meia-noite, no dia seguinte acorda às seis da manhã para ir trabalhar, ficando muito cansado. Eu choro por não termos dinheiro e preciso para o material da escola e muito mais coisas que temos para pagar.

Choro constantemente quando estou em casa e fico muito triste sabendo que o meu pai não está em casa quando chego da escola.

Eu desejo que o meu pai esteja mais tempo comigo!

13383377_10206075438354708_405071246_o

Anúncios

Autor: Há Flores no Cais

Blogue das mulheres dos Estivadores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s